Cadeira FerroO ferro é um elemento metálico e faz parte do grupo dos metais de transição. Ele é maleável, prateado e representado pelas letras “Fe”. Seu nome vem do latim ferrum e possui número atômico 26 (Z=26).

É um dos metais mais conhecidos pelo homem, pois é um dos elementos que mais contribuiu para o desenvolvimento da sociedade.

Ele é utilizado desde 4.000 a 3.500 a.C para a produção de materiais de ferro, no mesmo período em que as pessoas utilizavam o bronze. Ele era um elemento raro, tal como o ouro, pois ele só podia ser adquirido através de meteoros. Assim, ele era mais utilizado para rituais religiosos, por ser considerado um material sagrado devido a sua origem.

Apenas em 3000 a 2000 a.C., esse metal passou a ser encontrado através da siderurgia, processo que se obtém um metal a partir de seus minérios. Em 1200 a.C., quando o ferro começou a ser obtido em grande quantidade, esse período ficou conhecido como Idade do Ferro. Ele foi descoberto como elemento químico em 1669 pelo cientista Henning Brand.

Presença na Natureza

O ferro é o segundo metal mais encontrado na crosta terrestre e também no interior das estrelas e em meteoritos. Suas principais fontes são os minérios hematita (Fe2O3), magnetita (Fe3O4), limonita (FeO(OH)nH2O), ilmenita (FeTiO3), siderita (FeCO3) e pirita (FeS2). Sendo que a hematita é um dos seus minerais mais importantes.

No corpo humano, é encontrado cerca de 3 gramas de ferro e a maior parte está na hemoglobina, substância que transporta oxigênio dos pulmões até os tecidos celulares.

Aplicações do Ferro

Através da hematita, o ferro é utilizado para a produção do aço. Além disso, vários produtos que utilizamos no dia a dia, são produtos do ferro, do aço ou de suas ligas metálicas como cadeiras, portões, mesas, panela, palhas de aço, peças de carro, pregos, parafusos, etc. Essa variedade de aplicações se deve ao baixo custo de obtenção do ferro e também pela resistência do metal.

Com relação ao aço, ele pode ser utilizado também na construção civil, para reduzir o tempo da construção, os materiais e os custos com mão de obra. Também é bom para aumentar a resistência de estruturas feitas com concreto e permite a produção de andares nos prédios.